Mês

outubro 2017

  • Como morar de aluguel e financiar um imóvel ao mesmo tempo?

    Sair do aluguel para morar na tão sonhada casa própria pode se tornar realidade sim. Apesar de muitas razões que dificultam a concretização desse sonho, o cenário atual mudou e contribui para o cidadão conquistar a sua moradia. Um dado muito interessante a ser pontuado é a possibilidade de, paralelamente, pagar o aluguel e financiar o seu imóvel.

    Na prática, uma primeira opção para o futuro comprador é a contratação de crédito junto à loteadora, que normalmente tem critérios de aprovação mais flexíveis do que os adotados pelos bancos. E a segunda opção, e também considerada bastante favorável, são os programas do governo, destinados a empreendimentos de interesse social e específicos para a aquisição da moradia de acordo com sua renda mensal.

    Dentre essas vantagens estão: menor taxa de juros do mercado; financiamentos de moradias em áreas urbanas ou rurais e atendimento especializado. Uma boa opção também para iniciar a entrada de seu imóvel é utilizar o valor do FGTS e investi-lo em seu patrimônio.

    Além disso, existe a possibilidade de financiamento imobiliário, para todas as faixas salariais. O que muda neste caso, é o valor do imóvel a ser adquirido e a taxa de juros. Como o investimento na casa própria é a longo prazo, precisa ser feito com calma e ponderando o seu orçamento, para assim entender o melhor caminho, antes de sair do aluguel.

    E a aquela dúvida ainda pode permanecer: comprar ou viver de aluguel? É importante ressaltar que raramente investimentos seguros rendem mais do que a valorização dos imóveis, pois no Brasil existe um déficit habitacional muito grande, fazendo com que a procura por imóveis seja maior do que a oferta e, portanto, os imóveis acabam se valorizando ao longo do tempo.

    A volatilidade no valor dos imóveis em tempos de crise pode acontecer, como os enfrentados recentemente, mas a longo prazo, os imóveis se mostram mais vantajosos do que as aplicações de renda fixa normalmente disponíveis no mercado.

    Lembre-se: uma decisão é sobre comprar ou alugar. A outra decisão, é como comprar/pagar, pode ser financiado ou à vista. O pagamento à vista é sempre melhor para quem dispões do recurso, mas o financiamento também é uma opção muito atraente pois permite o usufruto do bem enquanto é pago.

    Juntar dinheiro pagando aluguel é possível e não é desculpa para não correr atrás do sonho: planejar e escolher bem onde morar nessa situação pode ser um excelente primeiro passo rumo à realização dele.