Mês

julho 2022

  • Comprar um lote em 2022 é um bom investimento?

    Com o conhecimento adequado o mercado imobiliário é um investimento muito sólido, que de fato funciona. Em outras palavras, comprar um lote de terrenos é sim um investimento. 

    Mas muitos tem dúvidas sobre o mercado atual, se é um bom momento para fazer essas aplicações, e a resposta é simples: 2022 trouxe uma boa oportunidade para começar os investimentos.

    No entanto, para investir em imóveis ou em lotes de forma correta e aproveitar as oportunidades desse setor, é preciso, em primeiro lugar, adquirir conhecimento. 

    Por isso é fundamental conhecer os segredos e “macetes” para investir em terrenos, pode ser a diferença entre amargar no prejuízo ou dar boas risadas com o valor do investimento triplicando.

    Neste artigo traremos 4 vantagens que se pode ter ao comprar um lote.

    Vantagens de comprar um lote

    Segurança

    Se você tem procurado por um investimento que seja estável e com baixo risco, a compra de lotes é onde você deve aplicar o seu dinheiro. 

    A segurança é uma das principais características do investimento em lotes, mesmo que no período de baixa, além de todas as vantagens, como estabilidade e baixo risco, a compra de lotes também fornece uma documentação que garante os direitos do proprietário. 

    Além da segurança financeira, o local onde são vendidos os lotes também conta com uma lei que proíbe a venda em locais impróprios para construir, como por exemplo, onde ocorreu aterro com materiais nocivos ou áreas de preservação. 

    E caso o comprador tenha sido enganado ele pode rescindir o contrato e exigir a devolução de tudo que pagou corrigido pelo índice contratual, diante da ausência de dados que obrigatoriamente deveriam constar, dentre eles: 

    • o valor do imóvel;
    • as condições de pagamento com o índice de reajuste; 
    • as taxas de juros aplicadas (mensais, anuais, nominais ou efetivas); 
    • o seu período de incidência e o sistema de amortização. 

    LEIA TAMBÉM: Parque Cidade em Botucatu oferece lotes a partir de 200m²

    Facilidade de pagamento ao comprar um lote

    Além da segurança fornecida, os lotes contam com condições de financiamento facilitadas, sem burocracia e direto com a loteadora. 

    Fora a facilidade no pagamento, as despesas com o lote são bem menores, já que não é pago condomínio, contas de luz e água e a manutenção é bem mais barata. 

    Personalização do imóvel na construção

    Sabe aquela casa que você sempre sonhou, que tem tudo em mente, onde cada cômodo ficará, localização de churrasqueira, escritório, brinquedoteca, e afins? É exatamente isso que os lotes permitem você fazer. A compra de um imóvel já construído faz você se adaptar ao local, onde estão os cômodos, qual forma foi feita a logística de circulação e etc. 

    Valorização ao comprar um lote

    Os terrenos se valorizam naturalmente conforme o crescimento demográfico da cidade. Com o tempo, o bairro vai criando independência da região central, facilitando o acesso à saúde, educação, lazer e a todos os serviços de comércios locais.

    Esse movimento faz com que o bairro valorize exponencialmente, transformando seu investimento em uma fonte de renda mensal.

    Tem como devolver o lote? 

    É muito comum que as pessoas adquirem os terrenos, após um tempo se deparam com problemas financeiros ou até mesmo se frustram por não conseguir construir o imovel tão rapidamente.

    Então surgem dúvidas como: É possível devolver para o empreendimento imobiliário o terreno? É possível reaver as parcelas pagas?

    E a resposta para essas dúvidas é: Sim! 

    No entanto, não é compensatório. A lei nº 13.786/2018 traz que o comprador arrependido poderá devolver o imóvel, porém terá que indenizar à vendedora pelo distrato, sendo assim, parte das parcelas já quitadas ficam retidas com a vendedora como forma de indenização. Esse valor retido pode atingir um valor máximo de 25% da quantia paga. 

    Agora que você possui o conhecimento de como funciona o investimento ao comprar um lote, tendo em vista as vantagens e desvantagens financeiras que podem acarretar, faça uma análise do seu cenário atual e busque por uma loteadora para saber mais detalhes sobre a compra de um lote. Acesse https://www.mouraleite.com.br/loteamentos/ e conheça as opções disponíveis para investimento.

     

  • 10 dicas para aquecer a casa no inverno

    Com a chegada do inverno desde o dia 21 de junho, a busca por truques para aquecer a casa no inverno tem só aumentado.

    Pensando nisso, nós criamos uma lista com 10 estratégias que podem ajudar no aquecimento do seu lar, eliminando esse desconforto pelo menos dentro de casa. Confira a seguir! 

    Conheça as 10 estratégias para aquecer a casa no inverno

    Para que sua casa esteja com um ar de conforto e em aquecida no inverno, iremos te ensinar como usar tais itens a seu favor

    • Sol
    • Torneiras elétricas; 
    • Aquecedores;
    • Ar condicionado; 
    • Velas;
    • Secador de cabelo;
    • Ferro de passar roupa;
    • Lareiras;
    • Pisos aquecidos.
    • Cores
    • Decoração

    Aproveite o sol

    Pouca gente se lembra que a maior fonte natural de calor que temos é o Sol. E ele deve ser levado em conta quanto ao aproveitamento para aquecer a casa. 

    Por isso, entre os horários mais quentes, 10h e 15h, abra todas as janelas de casa para que o ar circule nos ambientes, deixe sem nenhum obstáculo, tal como persianas ou cortinas, que impeçam a entrada da luz e permita que o sol esquente o máximo de cômodos que puder. 

    Aliás, essa é uma ótima dica de como aquecer o quarto, já que ele costuma ser um cômodo um pouco menor do que o restante.

    Outra dica que pode ser aproveitada é ao abrir as janelas colocar os edredons, cobertores e tapetes sob o sol, para que do mesmo modo eles aqueçam. 

    Antes do pôr do sol, feche todas as portas e janelas para que o calor fique retido dentro dos cômodos e para que o ar frio não os invada. 

    LEIA TAMBÉM: Os diferentes tipos de telhas: Vantagens e desvantagens 

    Torneiras elétricas

    As torneiras elétricas podem ser usadas nas cozinhas e nos banheiros. Elas facilitam nas rotinas diárias como lavar louça em meio a estação mais fria, onde a simples tarefa se torna uma tortura por conta da agua que está gelada.  

    Elas até consomem um pouco mais de energia elétrica, mas daí vai de quanto frio você está sentindo.

    Aquecedores

    O aquecedor é mais recomendado para espaços pequenos, são aparelhos portáteis que tem o intuito de aquecer o ambiente em que se está. É a solução mais prática e eficaz para o problema do frio em casa.

    Ar condicionado

    O ar-condicionado é o principal eletrodoméstico, se o assunto é aquecer a casa, pois ele pode dar conta de um ambiente maior e oferecer mais conforto. Os modelos que também esquentam são perfeitos para aquecer um ambiente e manter a temperatura constante.

    Aquecendo a casa no inverno: Lareiras

    Para quem tem estrutura na sua casa para instalar, a lareira é uma pedida elegante e confortável. Além desses adjetivos, é possível que o próprio usuário controle a intensidade do fogo. Mas deve-se tomar cuidado, pois há riscos de incêndio.

    Além dos ricos, as lareiras ainda produzem fumaça e resíduos poluentes, além de queimar madeira e carvão, matérias-primas que são extraídas da natureza com custos ambientais.

    Porém existe a lareira portátil de biocombustível, essa opção que além de proporcionar um belo visual, também aquece o ambiente. Essas opções alternativas, como a elétrica ou ainda aquelas em versões mini, que podem ser colocadas até em cima da mesa, são mais econômicas e ecologicamente corretas.

    Pisos aquecidos

    Como falar em aquecer a casa e esquecer que existe o piso térmico. Não é a solução mais barata e nem a mais prática, pois a instalação envolve uma obra completa no ambiente. Mas tem suas vantagens como o aquecimento equilibrado dos cômodos, além do conforto para pisar no chão.

    Velas

    As velas, apesar de subestimadas, ajudam a criar aquele clima de aconchego além de transmitir o calor. Espalhe candelabros de diferentes tamanhos e formatos para aquecer a sua casa. 

    Cores

    Um estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no Estado de São Paulo, segundo o qual, a cor preta capta 98% do calor que chega até ela, seguida do cinza (90%) e verde escuro (79%).

    Use isso ao seu favor. Almofadas, colchas, cortinas, itens de decoração. Tudo isso é válido para usar cores quentes dentro de casa e dar aquela sensação de aconchego e conforto.

    Aquecer a casa no inverno: Decoração 

    Tapetes felpudos, almofadas com pelúcia e mantinhas ajudam a manter o conforto dos espaços. Aliás, as mantas são sempre bem vindas nesta estação do ano, seja para sofás, ou para cama.

    Outro item de decoração que deve ser seu aliado são as cortinas e persianas, invista em tecidos mais grossos e com cores quentes. 

    As cortinas e persianas, além de deixarem a casa bonita, aquecem os ambientes por funcionarem como isolantes nas janelas, espaço em que ocorre grande troca de calor com o ambiente externo, normalmente mais frio.

    Roupas de cama quentes

    O secador de cabelo, ferro de passar roupa e a bolsa térmica dispõe de truques muito facil, que é aquecer a cama, antes de deitar. 

    Quem nunca tomou um banho para deitar e se deparou com uma cama gelada, isso ocorre porque o colchão e o cobertor demoram alguns minutos antes de preservar o calor de seu corpo. 

    Para evitar o choque com os lençóis gelados, você pode pré-aquecer a cama com o ar de um secador de cabelo,  passar com o ferro quente ou colocando uma bolsa de água quente entre o colchão e o cobertor. E deitar sem receio.

    Passar as roupas que você irá usar também pode ajudar na hora de se vestir. 

    Agora você está pronto para encarar o inverno. Seja em home office ou no escritório, saiba que seu lar sempre estará quentinho te esperando.

    E por falar em lar, o que acha de visitar o nosso site e conferir as opções de loteamentos disponíveis para você e sua família. Acesse: https://www.mouraleite.com.br/loteamentos/ 

  • Corretor de imóveis: Vale a pena contratar?

    A necessidade de um corretor de Imóveis no momento da compra da residência tem sido questionada por muitos. Sem saber se ainda é preciso a contratação deste profissional, a pergunta que surge é: realmente vale a pena? 

    A resposta para essa pergunta é: Sim, vale a pena contratar um corretor de imóveis! 

    O corretor de imóveis é um profissional qualificado que é autorizado pelo Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) para atuar em transações imobiliárias, o que confere maior tranquilidade às partes envolvidas. 

    A contratação do profissional de corretagem evita alguns riscos de golpe, por exemplo, por conta da experiência no campo, isso reduz as adversidades que uma pessoa que não trabalha nesse meio possa enfrentar.

    Neste artigo iremos te apresentar quais são as funções de um corretor de imóvel e quais os benefícios por ter ele nessa tomada de decisão. Confira na leitura a seguir!

    O que faz um corretor de imóveis?

    O corretor de imóveis é o profissional responsável por controlar todo o processo de venda/compra e aluguel de um imóvel, seja casa, terreno/lote, apartamento ou sala comercial. 

    Para se tornar um corretor é necessário se  formar na área por um curso de capacitação, como Técnico de Transações Imobiliárias, além de estágio probatório, para atuar devidamente legalizado.

    Este profissional pode atuar dentro de uma imobiliária ou por conta própria 

    Independentemente se a atuação é vinculada a uma imobiliária ou não, o corretor de imóveis tem a responsabilidade de lidar com as negociações e tem o dever de informar aos seus clientes todas as informações referentes ao imóvel, dando o suporte necessário do início ao fim do processo de locação ou compra de um imóvel.

    Na prática, eis as funções de um corretor de imóveis:

    • Verificação da validade e veracidade dos documentos e informações fornecidas pelo proprietário atual do imóvel;
    • Agendamento de visitas e apresentação dos imóveis aos interessados;
    • Negociação de valores e detalhes do contrato entre todas as partes (proprietário, inquilino e porcentagem do próprio corretor);
    • Pesquisa e apresentação das certidões referentes à compra e venda do imóvel;
    • instrução sobre investimentos no mercado imobiliário quando houver esse interesse por parte do cliente.
    • Analisa e auxilia nas melhores opções de financiamento para o comprador;
    • É o responsável por verificar se o imóvel está em bom estado de conservação, garantindo a segurança da transação.

    LEIA TAMBÉM: A importância da relação de confiança entre o corretor de imóveis e o cliente

    Benefícios de contratar um corretor de imóveis

    Credibilidade

    A integridade é o conceito base crucial para uma relação profissional, ainda mais quando se trata de compra e venda. Com isso, a neutralidade do corretor de imóveis é o que ganha pontos aqui. Ao invés de haver uma negociação apenas entre proprietário e inquilino e que, provavelmente, vai acabar beneficiando mais um lado do que o outro, o corretor reúne os interesses de ambas as partes, de forma justa, e consegue chegar num acordo que seja justo para todos.

    Por ser uma transição cuidadosa e burocrática, checar a credibilidade e reputação do corretor de imóveis pode ser uma ótima opção antes de contratá-lo. Verifique se ele é autorizado pelo Credi, investigue se há reclamações em órgãos públicos e busque pelas experiências que tiveram com ele, quando o profissional já tem experiência e é conhecido na região é ainda melhor. 

    Além disso, um corretor deve ser profissional, pontual e estar bem atualizado nos assuntos do mercado imobiliário. Se todos esses itens conferem com o corretor que você está lidando, então pode ficar tranquilo que vai dar tudo certo. 

    Competências necessárias

    O consultor imobiliário de excelência investe continuamente em formação para alcançar novos conhecimentos sobre o próprio mercado imobiliário, as melhores práticas de marketing do setor, o domínio das novas tecnologias, desenvolver a sua liderança pessoal, entre outras áreas. 

    Ou seja, trata-se de aprender um conjunto de saberes e consolidá-los na prática através das experiências vividas. Uma das principais preocupações é ter sempre informações atualizadas sobre mercado, e prontas a serem usadas e fornecidas aos clientes.

    Como um profissional competente, o corretor de imóveis sabe como avaliar de forma técnica o estado do imóvel, o atual mercado imobiliário e as condições econômicas do comprador para se chegar a uma negociação justa para ambas as partes, tendo em mãos um laudo explicando o valor atribuído ao imóvel, além de todos os prós e contras detalhados em um documento.

    Ele também saberá como prosseguir com a divulgação do imóvel facilitando a sua venda através do networking que ele possui. Esse motivo aqui também é muito ligado à economia de tempo que você tem como proprietário tentando vender ou alugar seu imóvel. Pois o corretor já tem uma base de público interessado em adquirir um novo lar e ainda tem meios para impulsionar a visibilidade do seu imóvel.

    Assim como o papel do corretor de imóveis é importante para avaliar o valor correto da sua casa ou apartamento, ele também é essencial para negociar e manter uma proposta justa para ambas as partes da negociação.

    O corretor também ficará responsável por apresentar todos os documentos e certidões referentes à dívidas de condomínio, parcelas em atraso com bancos, pendências com IPTU, e tudo o mais que estiver relacionado ao imóvel em questão.

    Economia de tempo

    O trabalho do corretor é justamente esse, fazer o intermédio da relação entre proprietário e interessados no imóvel. Com isso, há uma redução nas suas tarefas diárias, e o tempo que seria dedicado ao para falar com diversas pessoas sobre o seu imóvel, você poderá dedicar para outras atividades. 

    Além da liberação da sua agenda, o corretor também estará disponível durante o dia todo para responder os interessados, agendando e comparecendo às visitas e negociando quando necessário. Você não precisa se preocupar em ter que parar seu trabalho ou suas atividades para atender essas pessoas.

    Garantia de pagamento

    Como já dito, o corretor de imóveis reduz alguns riscos, e no setor financeiro não é muito diferente. Quando falamos de uma grande quantia de dinheiro, a existência de golpes não pode ser deixada de lado. Mas, com a experiência e ajuda deste profissional isso não acontecerá. 

    Além de todo o respaldo contratual que é feito, o corretor tem o poder de dar a você opções de garantia de aluguel no contrato, seja através de fiador, seguro fiança ou título de capitalização. Cada um desses tipos dá a garantia e segurança que o proprietário precisa, mas é o interessado no imóvel que irá escolher a melhor alternativa para ele.

    Agora que você compreendeu a atuação e os benefícios que um corretor de imóveis agrega, não deixe de contratar um profissional da área para te ajudar em uma das tomadas de decisões mais importantes de sua vida. Você também pode acessar o https://www.mouraleite.com.br/loteamentos/ , conferir as opções disponibilizadas e preencher nosso formulário de contato, logo  será direcionado para a nossa equipe de pré-vendas e agendar uma visita com o corretor.