financiar um imóvel em 2022

Dicas para financiar um imóvel em 2022

Se você está pretendendo comprar um imóvel neste ano, mas está com dúvidas e sem saber como fazê-lo. Acalme-se, pois nós iremos te ajudar nesse processo. Esse texto vai te trazer quatro dicas extremamente importantes, para aqueles que buscam financiar um imóvel em 2022.

O sonho da casa própria, seja para investimento ou uso próprio, ainda é uma realidade em muitos cidadãos. E apesar dessa decisão parecer desesperadora, é possível sim comprar o tão sonhado imóvel, se organizar no financiamento e todos os outros gastos. 

Venha conosco que te mostraremos como:

4 dicas de como financiar um imóvel em 2022

Organização e planejamento 

Em todo o processo da compra é preciso muita cautela e atenção, sendo necessário deixar a emoção um pouco de lado e focar na razão.

Com um olhar mais racional é essencial entender que antes de tomar uma decisão tão importante é vital fazer um planejamento. E para que esse planejamento venha ter êxito é indispensável a pesquisa. 

É através da pesquisa que você conseguirá entender melhor o cenário que você vive e assim optar pela melhor opção. Então, busque por um imóvel que seja compatível com a sua renda. Hoje, já existem vários agentes financeiros que realizam esse tipo de serviço e que trabalham com variadas taxas de juros. Pesquise em diferentes instituições e identifique aquela que melhor atende às suas necessidades e ao perfil do imóvel que você deseja.

Além da pesquisa, é preciso comparar as condições de financiamento, as taxas de juros, os prazos, tempo de aprovação, entre outros fatores.

Depois de escolhido o financiamento e instituição financeira mais adequada para o seu perfil de compra, é hora de ficar atento ao valor do financiamento. O empréstimo não deve comprometer mais de 30% do seu orçamento. E lembre-se, se o imóvel financiado ainda estiver na planta, deve-se levar em consideração os custos com a moradia atual, como gastos com o aluguel, por exemplo.

A análise cuidadosa do orçamento pessoal e familiar é fundamental. Identifique quanto da sua renda poderá ser comprometida durante o prazo do financiamento.

E não se esqueça é necessário que a sua vida financeira esteja devidamente planejada. Isso inclui, o conhecimento quanto aos seus ganhos e sobre as despesas. Eles devem ser considerados, tanto nos quesitos de receitas e gastos fixos e variáveis.

Após toda essa análise será preciso identificar as prioridades e cortar despesas desnecessárias. Após o corte, é possível criar estratégias para conseguir ganhar dinheiro extra. Com isso é possível fazer sobrar dinheiro no orçamento e, dessa forma, destiná-lo às economias para a compra do imóvel.

Conheça algumas opções de loteamentos para financiar sem burocracia

Identifique possibilidades de amortização e portabilidade de financiamento

A amortização significa quitar um valor determinado de parcelas em menos tempo que o previsto inicialmente com redução no valor dos juros. E para quem recorre ao financiamento imobiliário, a opção de amortização de parte do valor do juros é uma opção.

Já a portabilidade é a transferência da dívida inicial para outra instituição financeira. Esse processo pode ser realizado por qualquer Pessoa Física que já possua um contrato de Financiamento Imobiliário em alguma instituição financeira e que tenha sido aprovado pela análise da Instituição para qual deseja migrar o seu financiamento. 

No geral, a portabilidade possibilita o acesso a juros menores e pode reduzir também o prazo total de pagamento e o valor das parcelas.

Organização de documentação 

A documentação para financiar um imóvel pode ser providenciada antes mesmo de ir ao banco. Mesmo que alguns documentos possam ser solicitados de acordo com cada instituição financeira, mas de uma forma geral, a documentação será bem parecida com o padrão exigido por todas as demais.

Para ter acesso ao crédito imobiliário, você irá passar por uma análise criteriosa do seu histórico financeiro e também de outros documentos que comprovam se você está apto ou não a arcar com as parcelas do financiamento.

Esses são os documentos básicos necessários para o financiamento imobiliário:

  • documento de identidade (RG);
  • CPF;
  • certidão de nascimento ou casamento;
  • comprovante de residência;
  • holerite mais recente;
  • carteira profissional;
  • imposto de renda;
  • extrato bancário.

Sempre os tenha em mãos. Essa atitude pode otimizar o seu tempo agilizando a liberação do financiamento.

Guarde dinheiro para entrada antes de financiar um imóvel em 2022

Nossa quarta dica para financiar um imóvel em 2022 é poupar dinheiro para a entrada. As entradas nos financiamentos de imóveis costumam ser de 10% a 20% do valor total da compra. O restante, então, é pago depois da ocupação, em parcelas mensais.

Pensando que os valores investidos em imóveis o pontapé inicial da compra depende da concessão de valores para garantir a entrada.

Organize-se e poupe o valor necessário para a entrada, e igualmente, para encaixar as parcelas futuras dentro do seu orçamento.

Entenda como funciona o financiamento de um imóvel em 2022

O financiamento imobiliário é um tipo de empréstimo realizado com a finalidade específica de aquisição de imóveis. Esse recurso permite a compra do bem pelo consumidor, que depois paga a dívida em parcelas ao banco que concedeu o crédito, acrescidas de juros e correção.

Ele é a modalidade de crédito com as taxas mais baixas do mercado e os prazos mais longos, de até 35 anos. Independente do bem ser novo, usado, comprado na planta ou em construção. As instituições financeiras em geral cobrem até 90% do valor.

Nos últimos anos, o financiamento imobiliário se tornou uma das principais formas para aquisição da casa própria e esse procedimento ainda gera muitas dúvidas.

Afinal, vale a pena financiar um imóvel em 2022?

Com o aumento das taxas de juros, muitos se fazem essa pergunta: “ vale a pena financiar um imóvel em 2022”

E a resposta é sim, ainda vale a pena financiar um imóvel, pois investir em propriedades significa segurança, patrimônio e a tão sonhada moradia!

Por isso é recomendado fazer simulações em bancos. Assim é possível ver quais instituições oferecem as melhores taxas do crédito imobiliário de acordo com o seu perfil. 

É através dessas simulações que é possível ter uma previsão das taxas de juros, seguros, amortização e dos valores das parcelas mensalmente. 

Confira aqui 3 dicas de ouro que vão te ajudar na hora de financiar um imóvel

Modalidades de Financiamento

Outro detalhe muito importante para se atentar é justamente a modalidade de financiamento, se será pela TR, IPCA, ou Correção da Poupança.

TR-Taxa Referencial é uma das taxas de juros mais importantes da nossa economia brasileira. Com os reajustes zerados desde 2017;

IPCA- Modalidade é corrigida pelo índice da inflação;

Correção da Poupança- modalidade com a correção utilizando o Ìndice da Poupança.

Essas modalidades são baseadas em taxas diferentes para o seu financiamento; 

Conclusão 

Com isso, podemos ver que com planejamento, organização, pesquisa, economia e antecipação é possível financiar um imóvel em 2022.

Apesar do custo ser alto, a tendência é os imóveis ficarem mais caros devido ao maior custo para as construtoras e incorporadoras produzirem com o alto custo das matérias-primas. segundo os especialistas.

Portanto, se você possui uma oportunidade de comprar imóvel, aproveite o momento, mesmo que as condições das taxas de juros não sejam as melhores já apresentadas, não deixe seu sonho passar.